Diário de Viagens e Trabalhos do Pajé

São Paulo Curitiba em Jun/2010 – 4º BOG Nacional

1.jpgObjetivo: Participar do 4º BOG Nacional em Curitiba/PR.
Data: 03 à 06 de junho de 2010
Motivação: Viagem para participar do 4º encontro nacional do Boulevard Owners Group em Curitiba/PR, conhecer os integrantes do grupo e estrear a Viúva Negra.

Itinerário e detalhes da viagem

  • São Paulo – SP
    • Registro - SP
    • Morretes - PR
    • São Luiz do Purunã - PR
  • Curitiba - PR
    • Peruíbe - SP
  • São Paulo - SP

Diário do motociclista

2.jpgComo todos sabem, após o furto da Querida, a Viúva Negra vem me trazendo muita felicidade. Confesso que tinha ficado receoso de não gostar ou acostumar com a ideia de não possuir uma Harley Davidson. Mas enfim isso foi superado e agora estou novamente curtindo a motocicleta.
4º BOG Nacional. Quem diria... dia 02/Jun/2010 as 7:25PM e lá estava eu com tudo preparado para o encontro com o bonde rumo à cidade de Curitiba.

3.jpg

O BOG, Boulevard Owners Group, é um fórum na Internet onde proprietários de Motocicletas Suzuki Boulevard, de qualquer versão, compartilham experiências, problemas, informações e diversão. Todo ano é realizado um encontro deste grupo e a cidade eleita para o quarto BOG foi Curitiba/PR. Já estava participando do Fórum há alguns meses e ai estava uma grande oportunidade de conhecer o pessoal. Tô dentro é claro.

Dia 03/Jun/2010. Pajé e Sra. Pajé, como o pessoal do BOG gosta de tratar, acordam cedo, por volta de 5hs, pois o encontro seria as 6hs no posto BR após a ponte Cidade Jardim na Marginal Pinheiros. Veja a galeria de fotos completa desta viagem:

6Hs e estávamos lá, mas como já era de se prever os atrasos eram inevitáveis e claro que saímos o dia já estava praticamente claro. A proposta era fazer no máximo 3 paradas sendo a primeira em Registro/SP.

3.jpgUma concentração com 16 motos e 1 carro no posto BR e foi dada a largada. Paramos após uns 120km para esticar as pernas e visitar o Pipi Room por volta de 9hs e seguimos viagem. Viagem conturbada. Muitos problemas como placas perdendo seus parafusos, me lembro de umas 3, boa parte do trajeto com pista molhada e tempo feio, todos que conhecem a rodovia Régis Bittencourt sabem que o fluxo de caminhões é mais que intenso e os caras são absolutamente loucos, escorregões à parte hehehe, um mega atraso, pois deveríamos ter chegado por volta 1h, problemas com bolhas e dos mais variados e possíveis de se imaginar.0.jpg

Viajar em grupo é assim, mas o importante é que chegamos todos bem por volta de 4hs da tarde, morrendo de fome.  Ao entrar em Curitiba, fomos até o bairro de Santa Felicidade para almoçar no restaurante Madalosso. O pessoal já estava aguardando nossa chegada há um bom tempo, inclusive os garçons e funcionários do local que praticamente arremessavam a comida para que comêssemos rápido e liberasse o local. Enfim, a comida estava ótima porém faltou uma carne vermelha. Saímos de lá, posto de gasolina para encher o tanque da Viúva Negra e para o Hotel Trevi onde o grupo combinou de se hospedar.

2.jpgMarcamos as 20hs para realizar uma apresentação, que acabou sendo um encontro para enturmar e organizar o dia, e como o povo estava muito cansado, ficou em aberto os passeios. Eu... como bom parceiro de balada, dormi 2hs e saímos para o Bar do Alemão. Lugar bacana onde encontrei o amigo Bressan de Brasília/DF e o grande companheiro Júlio, ex-morador da cidade de São Paulo e que está passando uma temporada por Curitiba. Não fiquei até muito tarde pois no outro dia marcamos as 8hs da matina e só tomei um Submarino, alguns copos de choop e cama.4.jpg

Segundo dia, 06/Jun, café presença do Hotel Trevi e um dia chuvoso em Curitiba. A proposta é comer um Barreado em Morretes/PR no Restaurante Ponte Velha descendo pela Estrada da Graciosa. Como o dia estava chuvoso, e sabendo que a  Estrada da Graciosa tem cerca de 60% do seu trajeto de paralelepípedo, seria muito arriscado descer de motocicleta. Então surgiu a ideia de ir de trem que também fracassou por conta do horário do trem que já tinha partido. Restou a solução coxinha que era alugar algum meio de transporte como carro ou ônibus e foi logo a utilizada. Nós fomos de carro alugado junto com o casal Apache e Luci, Eduardo Mur e o amigo Lino. É meu carro... a tribo está ficando completa pois agora além do Apache tem um Pajé. Hahahaha.

Nessa altura do campeonato já podia afirmar que o pessoal do Boulevard Owners Group seriam grandes companheiros de estrada e que conquistaria ali grandes amigos. Estava certo.

5.jpgVoltamos, um cochilo de 2hs para repor as energias e vamos para a noitada de Curitiba novamente. Neste dia a Van estava iniciando um processo que poderia estragar a brincadeira... calma, calma, pois ela nem estava brigando comigo mas estava ficando doente, logo preferiu ficar no hotel descansando para o próximo dia. Lá fui eu com os companheiros. Uma rápida passada pelo Burger King, estomago forrado e estávamos adentrando ao Sheridan's. Um Pub Irlandês sensacional. Após tomarmos alguns choop's Erdinger e alguns que não me lembro... a maioria das pessoas resolveram retornar ao hotel, porém nos recusávamos. Caveria, Sra. Caveira, Land, Eduardo Mur e Pajé estavam com seus copos em punho e pronto para a próxima batalha. Entramos no Empório São Francisco. Curtimos um Rock and Roll, algumas Heineken's por volta de 4hs cama, pois a saída no dia seguinte seria às 10hs.9.jpg

Dia 05/Jun, levanta, café, sono, cansado, garganta querendo estragar porém estamos mais forte que nunca para mais um dia de diversão. Saímos em direção à Pousada Parque em São Luiz do Purunã. Um lugar simplesmente fantástico. Mato, lago, chalés, restaurante Panela Velha, frio e cavalos, esse era o local. No palco, músicos animavam o pessoal com canções regionais tocada com viola, sanfona e o melhor ainda está por vir. 6 costelas feitas no chão tornavam o visual perfeito e nossa fome maior a cada segundo. Depois vinhos e de almoçar costela, ouvir músicas tradicionais e rodar uns 170km, ida e volta, no hotel para mais um pequeno descanso.

A visita à casa do camarada Júlio não poderia estar fora da jogada. Lá estivemos até 1h da matina recepcionados por várias cervejas e uma pizza tamanho família. O pessoal do grupo foi para um rodizio de pizza que pelo jeito foi bem bacana. Pena que não tirei fotos com o Júlio... não faltará oportunidades para tal, tenho certeza disso.

10.jpgDia 06/Jun, a volta para Sampa foi bastante tranquila. Voltamos em 2 motos e 1 carro, o dia estava maravilhoso, curtimos bastante à estrada passamos pelo litoral (Peruíbe e Praia Grande), até chegamos já escuro em casa por volta de 20hs.

O 4º BOG Nacional foi um evento muito bacana. Embora o tempo não colaborou em todos os dias, a diversão foi garantida e fizemos a festa. Registro aqui também a amizade e companheirismo dos organizadores/integrantes do BOG, em especial de SP e PR , pois fui muito bem recebido e esse foi o inicio de grandes viagens que ainda vamos realizar seguido de grandes amizades que tenho certeza que serão para sempre. Meu muito obrigado ao Boulevard  Owners Group.

Foto Oficial do 4º BOG Nacional

Equipamentos e Acessórios utilizados:

- Alforjes
- Mala Traseira
- Rede Extensora (Aranha)

Ferramentas
- Kit de ferramentas

Segurança
- Jaquetas de couro
- Calças de Jeans
- Luvas de couro
- Capacete fechado
- Capa de chuva

Veja a galeria de fotos completa desta viagem:

 

Comentários (0) Trackbacks (0)

Sem comentários


Leave a comment


*

Sem trackbacks