Diário de Viagens e Trabalhos do Pajé
3mai/1042

Impressões sobre uma Boulevard C1500

Nem todos sabem, mas depois que a querida foi furtada, tinha decido ficar algum tempo sem motos de alta cilindrada. Como o amor ao motociclismo fala muito mais alto do que as razões econômicas, fiquei especulando em lojas e pela Internet algumas Harleys como a própria Heritage Classic ou a grandiosa Road king Classic. Cheguei a visitar as motocas e um certo dia, um amigo me falou da Boulevard M800. Eu já conhecia as duas versões custom da Suzuki, porém nunca tinha sequer andado e iniciei a pesquisa focando as Boulevares.

Não gostei muito do modelo M800. Gosto mesmo é das clássicas e essa moto tem um estilo meio "sport custom" que não faz muito meu gênero. Ai começou a procura por uma Boulevard C1500. O preço estava bom, bem mais em conta que as Harleys, além de conseguir um ano mais novo na aquisição com um valor bem menor. Todos sabem que motos mais novas se resumem em menos km rodados e menor probabilidade de quebra ou problemas com desgaste de peças. O Seguro ficou um bom preço e sua manutenção estava bastante interessante.

Após pesquisar bastante, ainda sem o objetivo de comprar, encontrei uma bem customizada e linda, porém mesmo a moto boa, a motivação não foi o suficiente para me levar à aquisição de fato. No dia 23/Mar/2010, navegando pelo site moto.com.br, encontrei um brinquedo sensacional. No mesmo momento fiz o contato com o Ricardo, até então proprietário da C1500.

No dia 24/Mar/2010, marcamos de nos encontrar na Decathlon do morumbi. Por volta de 19hs, encontrei a motocicleta que seria minha alguns dias depois. Conversa vai, conversa vem, negociações rolando, eu em cima do muro, enfim a moto estava perfeita. Toda customizada com churrasqueira, Sissy Bar, encosto para o motorista, alforges, bolsa traseira, bolha, faróis auxiliares, simplesmente perfeita. Um bom ano e um ótimo estado de conservação demonstravam o cuidado do ex-proprietário com a gigante. E bota gigante nisso. Ela é incrivelmente maior que a Heritage, mas bem maior mesmo que a torna imponente e realça sua beleza e estilo clássico.

Ainda com dúvidas mas já tendendo à compra, no dia 27/Mar/2010, fui até Osasco para andar nessa tal de Boulevard C1500 e comprovar se realmente vale a pena. Impossível não expressar o prazer de andar na moto. Super confortável com sua suspensão pro-link, uma dirigibilidade perfeita, ruim de curvas como todas as custons... hahahaha, mas super macia.... em resumo, uma delicia de moto. Depois de andar, no brinquedo, não tinha mais dúvidas que seria ela a próxima. Imediatamente combinamos de nos encontrarmos na segunda-feira, 29/Mar/2010, para fecharmos o negócio, e foi o que aconteceu.

Fui para casa com ela e ao trabalho no dia seguinte para a vistoria do seguro. Uma coisa que notei já de cara é como a embreagem é alta, principalmente quando está fria. Essa moto tem embreagem hidráulica não sendo possível regular... enfim a tecnologia é presente em todos os cantos da motocicleta não poderia faltar na embreagem. Dois discos de freio dianteiro e um traseiro tornam a frenagem super segura e estável. Além do hodômetro com duas opções de “trips”, um relógio digital incrementa o auxilio nas viagens além do marcador de combustível também digital.

A passagem de marchas são super suaves, bem como o pedal de freio. O motor de 1500cc é tão potente que me arrisco a dizer que não senti diferença entre ela e a Heritage Classic que tinha um motor 1550cc. Posso dizer que até o momento está substituindo bem.

Tudo isso tem que ter alguma coisa de ruim certo... É claro que tem. A capacidade de combustível é de 14 litros, o que oferece uma autonomia com cerca de 230km o que é pouco para uma moto deste tamanho. Ainda bem que ela não bebe como a Querida. Outro ponto fraco é o tanque de combustível e sabe por que? Porque não é tanque e sim uma carenagem. Isso deve explicar os 14 litros de gasolina. A dianteira da moto vibra um pouco, principalmente quando se solta o guidão. Acredito que aconteça por conta da frente muito leve, talvez até pela falta do tanque.... Será???

Enfim. Estou gostando no novo brinquedo e já tive a oportunidade de estrear fazendo junto com o @eitchugo “Hugo Cisneiros” o percurso do Rodoanel e esticando para um almoço no Guarujá.

Ainda preciso de um nome para ela... isso fica para depois.

Pajé e C1500 no Rodoanel - SP

Pajé e C1500 no Rodoanel - SP

Até a próxima viagem.

Comentários (42) Trackbacks (0)
  1. Olha o Pajézin, parece até gente grande com jaquetão de couro e óculos escuro!

    Isso ae Badboy, mt legal seu texto! Dá pra ver que vc realmente ficou bem satisfeito com a nova aquisição, e que a máquina é boa. Ela está linda realmente, parabéns. Pena que para vc ter uma, a antiga teve de ser levada (espero que estivesse segurada). =(

    Abraço e mts quilômetros de C1500 pra vc!

  2. Grande Apache bela maquina bom gosto. abracos libanes boulevard c1500.

  3. Opa… Bom gosto o seu tb amigo…
    Abraços e obrigado pelo comentário.

  4. Pajé: linda moto, igual a minha. Só que preciso saber onde foi que colocou ou comprou esse parabrisa. Se puder me informar, ficarei imensamente agradecido. Estou em Maringá-PR.

  5. Grande Zibordi.
    Comprei a motoca com essa e infelizmente não sei a marca. Depois instalei essa http://paje.net.br/?p=539 na mesma ferrarem que acabei não gostando também.
    Hoje tenho uma da Holly, http://www.holly.com.br/, que é destacável e bem mais legal, embora eu goste das mais retas e não tão curvadas, é uma mão na roda a facilidade desta bolha.
    Abraços.

  6. Hi there,

    Its really interesting post.Thanks for sharing.

    Thanks,
    Kalish

  7. Assim como voce, acabei de comprar uma C1500. O mais engraçado é que esse tipo de moto nunca me chamou atenção e, portanto, nunca me interessei. Um amigo me falou que o seu pai estava vendendo uma Boulevar C1500 e que eu precisava dar uma volta nela. Aceitei mais sem nenhuma pretenção de comprar pois já estava de olho numa V Stron. Pois bem! montei na “bichona” e foi AMOR AO PRIMEIRO CONTATO!!! Estou hiper satisfeito e não pretendo me desfazer dela tão cedo. Para não dizer que não tem problema, o seu tanque poderia ser mais bem aproveitado. mas esse “defeito” pode ser amenizado com a instalação de um tanque auxiliar o que irá melhorar sua autonomia. No mais sinto-me, assim como qualquer proprietário de uma C1500, um felizardo. Quando pensar em passear pelo nordeste, entre em contato. Será um prazer recepciona-lo por aqui e apresentar as belezas de nossa região.
    Um grande abraço e boa sorte com sua moto.

  8. Olá André.
    Muito obrigado pelo comentário. A moto é ótima e dispensa comentários. É confortável, tem um ótimo torque, mesmo sendo custom tem uma boa ciclistica e poderia colocar aqui diversas outras vantagens da C1500. Esse ponto da autonomia não acho um problema. A minha roda cerca de 230km com os 14,5L o que considero bom. Claro que se o tanque fosse de 19L seria bem melhor :D
    Abraços e assim que tiver oportunidade programarei uma viagem ao nordeste.

  9. Olá amigo, também tenho uma Boulevard 1500, pouco rodada, mas tenho uma grande paixão por ela. Moto excelente, não me deu manutenção, de grande potência e estabilidade.

    PS: Gostei da jaqueta, onde adquiriu? rs

  10. Salve Paulo.
    Obrigado pela leitura e contato. A moto é fantástica mesmo… dispensa qualquer comentário adicional.
    Já quanto a jaqueta… hehehehe ela foi comprada em uma das lojas da Julian Marcuir, encontrada geralmente em shopping.
    Abraços.

  11. Olá Pajé, Qual vc achou mais confortável nos 110 km/h, Heritage ou C1500?

  12. Salve Tiago.
    As duas são muito parecidas no quesito conforto. Mas confesso que gostei mais da C1500. Os PHD’s vão querer me matar depois dessa declaração hehehehe, mas acho a suspensão da C1500 mais macia que da Heritage. A Heritage era uma 2001 já a C1500 é 2007… enfim :P

    Abraços e Obrigado pelo comment :D

  13. Olá amigo estou querendo comprar um alforge igual ao seu tem como me indicar onde você comprou, é que estou na Bahia e aqui eu não tenho encontrado.
    Um forte abraço. Obrigado

  14. Ptz irmão.
    Não faço ideia de um local que venda ai na Bahia. Aqui em SP tem a rua General Osório que é a rua das motos de SP. Lá tem de tudo. Uma alternativa seria comprar pela net.
    Abraços.

  15. Olá Amigo, li seu comentário e fiquei atento para os detalhes, quanto a vibração na dianteira, pelo que percebi não é um defeito mas sim problema de balanceamento, tive uma shadow 750 a qual não podia soltar o guidão, isto me encomodava muito, troquei a mesma pela boulevard C1500, que moto em cara? Já apelidei a mesma por canhão, pois este motor tem uma explosão de arrepiar. Abraço amigo.

  16. Salve José.
    Obrigado pelo comentário e de fato, a moto é simplesmente sensacional e não deixa a desejar para nenhuma custom do mesmo porte à disposição no mercado.
    Sobre a vibração, tinham me falado que poderia ser balanceamento, porém eu mandei fazer e não resolveu. Hoje não possuo mais a C1500… mas ainda tenho saudades dela.
    Abraços.

  17. Possuo uma c1500 2009 está com somente 6000 km é ótima.E agora qual sua moto voltou para as Haleys? Abraço .Fabiano Mendonça BH.MG

  18. Opa.. Agora estou com uma heritage classic.
    A moto é ótima… só sucesso.

  19. boa tarde, gostaria que pudesse me responder algumas duvidas sobre esta supermáquina. Estou com dúvidas sobre manutenção da moto, sei que é uma moto de alta cilindrada, mais sua manutenção é também alta? por se tratar da Suzuki? tenho uma Xt 660 R, queria uma moto mais confortável pra viajar (apesar do conforto dela), mas acredito que a boleverd 15000 pode superar minhas expectativas. minha grande preocupação é sua manutenção. muito obrigado, forte abraço.

  20. Salve irmão.

    A manutenção é alta sim cara. Na verdade por se tratar de uma moto de alta cilindrada, como vc mesmo colocou, é inevitável que a manutenção seja barata. Porém é uma moto que se bem cuidada, “não dá manutenção”. A minha tive somente o problema com o estator e retificador que foi resolvido com o Kit retificador do Getulio da Dakota Motos, Curitiba. De resto não tive nenhum problema grave… só desgaste natural das peças e manutenção básica como óleo, fluídos etc etc.

    Abraços.

  21. ola tenho uma boulevard 1500 c sou apaixonado por ela só que ta bebendo muito ta fazendo 8.5 km por litro na cidade

  22. ola tenho uma boulevard 1500 c viajei com ela fez 16.5 por litro quando voltei pela manhã quando ligava morria duas verses antes de esquentar depois que esquenta um minuto fica boa em fim mandei limpar os dois bico ficou a mesma coisa o pior só ta fazendo 8.5 km por litro ja não sei o que fazer me ajude

  23. Prezado Pajé, quatro anos depois de seus comentários, comprei uma Boulevard C1500, e escolhi essa moto por essas razões: primeiro, eu queria ou a nova CB1000, ou uma “estradeira”; tive em vista uma Yamaha Virago 1100, mas o dono desistiu da venda; voltei a pensar na CB1000, com abs, que está muito bonita, mas por fim voltei ao projeto inicial e optei pela Boulevard; segundo, eu pensei no preço: achei que como era uma moto 2006, estava num bom preço, além do estado de conservação, muito bom (alguma coisinha pra fazer na pintura, mas quase nada); para adquirir a CB1000 eu teria de entrar num consórcio e dar um lance, e depois ficar pagando um tempão; com o dinheiro do lance (R$ 26.000,00) comprei a Boulevard e não preciso pagar mais nada (a não ser os impostos de praxe); e terceiro, é moto com as características que eu queria: alta cilindrada, tipo custom, e linda! Enfim, saí do RJ e fui a SP buscar a moto, uma aventura e tanto para quem mora no interior e não conhece a imensa São Paulo. Mas deu tudo certo. Já dei umas voltas nela, e gostei. Acho que foi uma boa aquisição, agora só falta pegar prática, pois até então eu só tinha andado em motos pequenas, a maior uma CB300 que tenho há um ano e meio. Ah, a minha já tem nome: Juliana. Saudações.

  24. Aliás, você pode dar-me uma informação: o tanque é de 14 L + 4,3 L de reserva = 18,3 L? Li sobre um tanque extra de combustível. Como é isso? Grato.

  25. Salve Gil.
    Desculpe a demora mas estou com o tempo bastante escasso ultimamente.
    A moto é ótima cara. Eu tive um problema com o estator/retificador que é bem comum acontecer nesta moto. Até segunda ordem é o único problema que ví nos fóruns e comentários de amigos que tinham pq de resto, a moto não deixa nada a desejar.
    Rodei uns 35mil km com ela sem me deixar na mão, somente quanto tive esse problema que fiquei batendo cabeça com peças alternativas e não fiz o recomendado que tive problema. Aconselho observar se i retificador está acoplado na chapa que segura a bateria. Caso não esteja, indico entrar em contato com o Getulio da Dakota motos em Curitiba e comprar o reforçado desenvolvido por ele preventivamente. Todos os proprietários de BV1500 trocam por esse e é sucesso garantido.
    Sobre o tamque, até onde lembo é 14,5 incluindo a reserva, porém embora a baixa capacidade de armazenamento a autonomia da minha era de algo em torno de 230km na estrada e 190km em média na cidade.
    Abraços e espero ter ajudado.

  26. Ptz Antonio.
    Desculpe mas não sou mecânico e não faço ideia dq está acontecendo. Leve na Suzuki para eles passarem o scan e tentar localizar o problema.
    Abraços.

  27. Valeu, Pajé, inclusive pela dica sobre o retificador. Vou ligar para o tal Getúlio e informar-me. Talvez eu até compre um para deixar de sobreaviso. Abçs.

  28. As ordens companheiro. Precisando estamos ai.

  29. Hola, alguem pode me ajudar por favor. Estou namorando uma Boullevard 1500 ano 2007. Queria saber se a Suzuki Boullevard 1500 cc ano 2007 é carburada ou injeçao? me ajudem por favor. muito obrigado. Poderiam responder no meu email? nelo.valdecir@outlook.com

  30. Respondido pelo e-mail. Abraços.

  31. Boa tarde. Alguem pode me dizer por favor se a transmiçao da Boullevar 1500 cc da Susuky é por correia ou corrente? Obrigado. nelo.valdecir@outlook.com

  32. Salve Valdecir. As C1500 tem a transmissão por cardã. Acho que a M1500 é correia.
    Abraços.

  33. paje, ainda se acham com facilidade as peças para reposição da c1500, tenho em mente comprar uma 2006 toda equipada, mas nao sei se a suzuki mantem estoque por mais de 10 anos, se que a HD dura a vida toda,

  34. Boa tarde amigo.
    Estou que sim mas ainda vale a pena importar uma parte das peças pois aqui normalmente é um absurdo o valor.
    Abracos.

  35. sobre solta as maõs, veja se o pneu dianteiro esta deformado caso contrario tire bolha,alforges e sissibar, faça o teste.um abraço.

  36. Quando tinha a C1500 verifiquei os pneus e balanceamento… tudo ok.
    Enfim. Hoje não tenho mais a moto e logo não tenho mais o problema hehehe
    Abraços.

  37. CAROS AMIGOS,
    TENHO EMA TENERE 250 2013, MAS ACHEI UMA C1500 BOULEVARD QUE ESTA ME TIRANDO DO SERIO, 2008/2009 COM 20.000 KM ACHO POUCO KILOMETRAGEM SERA QUE FOI MUDADO.
    A MOTO ESTA LINDA POR UM VALOR DE 28.000 TA NO PREÇO?

  38. Cara.
    Acho 28 mil muito para uma moto 2008/2009 muito. Considero a BV C1500 uma puta moto, bonita, clássica etc mas temos opções mais novas como a midnight star que é muito bonita e tem um bom preço.
    Sobre a km é difícil saber :-p
    Abraços.

  39. bom dia pajé.
    cara obrigado pela respostas.
    mas por curiosidade de uma olhada na site MARTA MOTOCYCLES CURITIBA.
    Potência: 80 HP
    Cor:Branco e cinza perolizados
    Km: 19.501 Km
    Ano: 2008/2009.
    estou pensando tambem em uma shadow.

  40. bom dia.
    alguem pode me dizer a respeito se as motos custon tem um indice de roubo alto?
    e qual o valor do seguro?

  41. Opa… Obrigado vc por acessar meu blog. Eu encontrei a moto abaixo?
    http://www.martamotorcycles.com.br/products.php?product=Suzuki-%252d-Boulevard-C-1500#
    Tá linda velho. Particularmente adoro a C1500. Viajei muito com a minha e fora os problemas de estator e retificador, que o retificador original não presta, é só sucesso.
    Seguro era barato. Pagava algo em torno de 1800 reais. Para o meu perfil é bem razoável.
    :D


Leave a comment


*

Sem trackbacks