Diário de Viagens e Trabalhos do Pajé
21jan/103

Motociclista em São Paulo City

Desde quando voltei para sampa, em 2008, venho enfrentando várias situações de perigo sobre a motocicleta nesta cidade. Todos já conhecem o caos da cidade quando se fala em transito, e se começa uma chuva ou melhor, alguns pequenos pingos, já é suficiente para congestionar de forma impressionante as vias da cidade.

Andar em motos custom no meio do congestionamento já é complicado, filas de motos se formam pois você anda mais devagar que elas, a criança esquenta pois são na regra são refrigeradas a ar além do seu peso, não se faz corredor pois é complicado passar entre dois ônibus entre outros. Mas nem tudo é ruim. Você é muito respeitado, acho que até pelo barulho do escape, é mais seguro por conta da velocidade geralmente ser mais baixa do que em motos mais ágeis, enfim, é muito mais seguro.

Quando estou com a AN125 o bicho pega. Os motoristas não respeitam mesmo e quanto a fechadas dos carros já perdi a conta. Na segunda-feira 18/01/2010, estava voltando para casa por volta das 19hs e um carro, aparentemente estacionado na via do lado esquerdo, foi fazer uma conversão ilegal é claro para acessar o sentido contrário. Ele saiu em velocidade e não percebeu que estava vindo um motociclista e por centímetros não se chocaram. Seria um estrago total e eu ia assistir de camarote pois vinha logo atrás. Motoristas... prestem atenção antes de cruzar a via, entrar em ruas, sair de estacionamentos etc.

Outro dia também estava subindo essa mesma rua e fui fechado por uma pessoa em um carro velhinho. Eu, ultrapassando pela direita e em baixa velocidade, vejo um carro se aproximando da moto. Quando olho para o retrovisor do carro, vejo que o cara está olhando para mim mas continua indo na minha direção. Acelerei antes que acontecesse algo e quando olho pelo retrovisor o cara esbravejando... que coisa. O pior que não tinha o porque ele vir na minha direção, a via estava livre... foi de propósito... Será???

Motoboys desta cidade são tachados cachorros loucos, malucos, quebradores de retrovisores e dizem as más línguas que é melhor não arrumar confusão pois você será cercado por eles. Vejo a questão do motoboy pelo ponto de vista do trabalho. Eu saio para ir ao trabalho e tenho horário para chegar, claro mas vou com tranquilidade e calma, logo não fico cortando os carros, mesmo assim os números dizem que 77% dos acidentes envolvendo motos ocorrem durante os trajetos de casa/trabalho, trabalho/casa, devido ao cansaço e pressa. Os caras estão trabalhando e muitas vezes são obrigados a se sujeitarem a correr para não perder o emprego e entregar as encomendas no horário. Ninguém reclama quando o lanche ou a pizza chega rápido e quentinha, mas reclamam se os caras fazem ziguezague na pista e uma coisa tenho que concordar. Ser fechado dá uma raiva que vocês não têm ideia.

Não estou dizendo que os caras estão certos em se arriscarem e fazer bagunça, porém acredito que uma boa educação no transito e cursos preparatórios podem vir a calha, além da obrigatoriedade em utilizar jaquetas e calças com proteção além do capacete.

É sobre educação e respeito que estou falando. Os motoristas devem respeitar as motocicletas, pois somos um veículo menor, vulnerável e do lado das motos deve-se ter muito cuidado nas ultrapassagens e corredor só com o transito parado, nunca com os carros em movimento. A vida que está em jogo.

Enquanto não chegam as motos fechadas, é melhor triplicarmos a atenção e andar equipado com luvas, jaquetas e calças resistentes. Isso vale para os camaradas ciclistas também.

Abraços do Pajé.


Comentários (3) Trackbacks (0)
  1. Sei que pareceu um parto de gêmeos…mas enfim essa página saiu! Embora você ache que não pareça, fico muito feliz por ter concluído essa etapa (sei que era importante pra você!)…beijos Van

  2. Obrigado pela força Van.
    Beijos do Pajé. Muitos….

  3. Paje, gostei muito desse post, e sei la por que, dei algumas risadas.

    abs e parabens.

    a proposito, sua redacao melhorou fantasticamente.


Leave a comment


*

Sem trackbacks